Saúde – Burburinho News https://burburinhonews.com.br Portal de Notícias de Lauro de Freitas e Região Metropolitana de Salvador Burburinho News Wed, 21 Oct 2020 19:21:55 +0000 pt-BR hourly 1 https://wordpress.org/?v=5.4.2 https://burburinhonews.com.br/wp-content/uploads/2017/04/cropped-flavicon-100x100.png Saúde – Burburinho News https://burburinhonews.com.br 32 32 ‘Já mandei cancelar’, diz Bolsonaro sobre protocolo de intenções de garantir vacina CoronaVac https://burburinhonews.com.br/ja-mandei-cancelar-diz-bolsonaro-sobre-protocolo-de-intencoes-de-garantir-vacina-coronavac/?utm_source=rss&utm_medium=rss&utm_campaign=ja-mandei-cancelar-diz-bolsonaro-sobre-protocolo-de-intencoes-de-garantir-vacina-coronavac https://burburinhonews.com.br/ja-mandei-cancelar-diz-bolsonaro-sobre-protocolo-de-intencoes-de-garantir-vacina-coronavac/#respond Wed, 21 Oct 2020 19:21:52 +0000 https://burburinhonews.com.br/?p=56056

O presidente Jair Bolsonaro afirmou hoje (21) que mandou cancelar o protocolo de intenções de compra de 46 milhões de doses da vacina CoronaVac, desenvolvida pelo Instituto Butantan e pela farmacêutica chinesa Sinovac.

The post ‘Já mandei cancelar’, diz Bolsonaro sobre protocolo de intenções de garantir vacina CoronaVac appeared first on Burburinho News.

]]>

O presidente Jair Bolsonaro afirmou hoje (21) que mandou cancelar o protocolo de intenções de compra de 46 milhões de doses da vacina CoronaVac, desenvolvida pelo Instituto Butantan e pela farmacêutica chinesa Sinovac. O anúncio do protocolo de intenções havia sido feito ontem (20) pelo Ministério da Saúde.

“Houve uma distorção por parte do João Doria no tocante ao que ele falou. Ele tem um protocolo de intenções, já mandei cancelar se ele [Pazuello] assinou. Já mandei cancelar. O presidente sou eu, não abro mão da minha autoridade. Até porque estaria comprando uma vacina que ninguém está interessado por ela, a não ser nós”, afirmou Bolsonaro durante visita a um centro militar da Marinha em Iperó (SP).

Nesta quarta, Bolsonaro já havia afirmado em suas redes sociais que o governo não iria adquirir “vacina da China”.

Fonte: Metro1

The post ‘Já mandei cancelar’, diz Bolsonaro sobre protocolo de intenções de garantir vacina CoronaVac appeared first on Burburinho News.

]]>
https://burburinhonews.com.br/ja-mandei-cancelar-diz-bolsonaro-sobre-protocolo-de-intencoes-de-garantir-vacina-coronavac/feed/ 0
Ministério anuncia compra de 46 milhões de doses da vacina CoronaVac e diz que imunização começa no 1º semestre de 2021 https://burburinhonews.com.br/ministerio-anuncia-compra-de-46-milhoes-de-doses-da-vacina-coronavac-e-diz-que-imunizacao-comeca-no-1o-semestre-de-2021/?utm_source=rss&utm_medium=rss&utm_campaign=ministerio-anuncia-compra-de-46-milhoes-de-doses-da-vacina-coronavac-e-diz-que-imunizacao-comeca-no-1o-semestre-de-2021 https://burburinhonews.com.br/ministerio-anuncia-compra-de-46-milhoes-de-doses-da-vacina-coronavac-e-diz-que-imunizacao-comeca-no-1o-semestre-de-2021/#respond Wed, 21 Oct 2020 11:16:46 +0000 https://burburinhonews.com.br/?p=56044

O governo federal anunciou em reunião com governadores nesta terça-feira (20) que a União vai comprar 46 milhões de doses da CoronaVac, vacina contra Covid-19 do Instituto Butantan produzida em parceria com a empresa chinesa Sinovac.

The post Ministério anuncia compra de 46 milhões de doses da vacina CoronaVac e diz que imunização começa no 1º semestre de 2021 appeared first on Burburinho News.

]]>

O governo federal anunciou em reunião com governadores nesta terça-feira (20) que a União vai comprar 46 milhões de doses da CoronaVac, vacina contra Covid-19 do Instituto Butantan produzida em parceria com a empresa chinesa Sinovac. Com isso, o governo federal deve editar uma nova Medida Provisória para disponibilizar R$ 2,6 bilhões até janeiro.

A informação de que o acordo seria firmado durante a reunião foi antecipada pelo jornalista José Roberto Burnier, da GloboNews.

Assim como as demais vacinas testadas no Brasil, a CoronaVac está em fase de testes e sua eficácia ainda precisa ser comprovada antes que o uso seja liberado pela Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa). Nos testes, são aplicadas duas doses do imunizante por voluntário.

Segundo Pazuello, quando a vacina for aprovada, as doses serão distribuídas a todo o Brasil por meio do Programa Nacional de Imunizações (PNI), que há décadas é responsável por campanhas nacionais de vacinação. “Temos a expertise de todos os processos que envolvem esta logística, conquistada ao longo de 47 anos de PNI. As vacinas vão chegar aos brasileiros de todos os estados”, disse Pazuello.

Até reunião realizada na semana passada com os secretários estaduais de Saúde, o governo federal não havia incluído a CoronaVac no programa nacional de vacinação. Em entrevista ao G1, o secretário estadual da Saúde de São Paulo, Jean Gorinchteyn, disse na ocasião que o ministério só havia investido em Oxford, e tratava vacinas que estavam na mesma fase de testes de “maneira diferente”.

Antes do anúncio desta terça-feira, a previsão do ministério era ter 140 milhões de doses no primeiro semestre de 2021:

100 milhões de doses via AstraZeneca/Oxford (além dessas doses, no segundo semestre, o governo pretende produzir 165 milhões de doses deste imunizante).

Agora, o Ministério da Saúde afirmou que “somadas, as três vacinas – AstraZeneca, Covax e Butantan-Sinovac – representam 186 milhões de doses, a serem disponibilizadas ainda no primeiro semestre de 2021”.

O governo de São Paulo já havia fechado contrato com o laboratório chinês para a aquisição dessas 46 milhões de doses. A gestão João Doria (PSDB) buscava negociar com o governo federal para que elas fossem distribuídas via Sistema Único de Saúde (SUS).

Apesar disso, o governador já chegou a afirmar que, caso não houvesse acordo com o Ministério da Saúde, o governo estadual iria garantir a vacinação para “os brasileiros de São Paulo”.

Segurança da vacina
A CoronaVac está na terceira fase de testes. Nesta segunda-feira (20), o governo de São Paulo afirmou que 35% dos nove mil voluntários que participam dos testes no Brasil apresentaram reações adversas leves. Segundo o governo, não houve registro de efeitos colaterais graves e a vacina pode ser considerada segura.

A informação faz parte de um estudo parcialmente apresentado em entrevista coletiva. O estudo, no entanto, não foi publicado em revista científica. Ainda não há dados sobre a eficácia da CoronaVac. Segundo o governo, essas informações serão apresentadas até o fim do ano.

Embora Doria tenha garantido anteriormente que a vacina começaria a ser aplicada em profissionais de saúde no dia 15 de dezembro, o diretor do Instituto Butantan, Dimas Covas, disse nesta segunda que a data para liberação ainda é incerta. Para ser aprovada pela Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa), é necessário que a eficácia da vacina também seja comprovada.

“As perspectivas da vacina são otimistas, mas não podemos dar uma data específica de quando isso vai acontecer. Esperamos que até o final do ano essa vacina tenha o dossiê entregue na Anvisa, e que a Anvisa possa proceder a análise e o registro”, disse.

46 milhões de doses

O acordo para a compra de 46 milhões de doses com verba estadual foi assinado por Doria durante coletiva de imprensa no final de setembro. Segundo Dimas Covas, a vacina começaria a ser envasada no Brasil já em setembro e até o final do ano o Instituto teria 46 milhões de doses prontas. “Aí aguardaremos o processo de registro”, disse o diretor do Butantan.

O contrato assinado pelo governo com o laboratório chinês tem o valor de 90 milhões de dólares e prevê que a farmacêutica envie seis milhões de doses da vacina já prontas, enquanto outras 40 milhões seriam envasadas em São Paulo até dezembro de 2020.

O governo estadual também anunciou a previsão de adquirir mais 15 milhões de doses até fevereiro de 2021, chegando ao total de 61 milhões com verba própria. A expectativa era que, com o dinheiro do governo federal, mais 40 milhões fossem adquiridas, chegando a 100 milhões até maio de 2021.

O acordo firmado nesta terça com o governo federal não contempla as 55 milhões de doses adicionais que o governo do estado de SP anunciou até maio de 2021, apenas as 46 milhões de doses que já estavam garantidas em contrato com a empresa chinesa.

Antes do indicativo de acordo com o governo federal, o secretário estadual de Saúde, Jean Gorinchteyn, afirmou ao G1 que a compra de doses adicionais, além das 61 milhões já garantidas pelo governo estadual, seria “inviável” sem recursos federais.

Fonte: G1

The post Ministério anuncia compra de 46 milhões de doses da vacina CoronaVac e diz que imunização começa no 1º semestre de 2021 appeared first on Burburinho News.

]]>
https://burburinhonews.com.br/ministerio-anuncia-compra-de-46-milhoes-de-doses-da-vacina-coronavac-e-diz-que-imunizacao-comeca-no-1o-semestre-de-2021/feed/ 0
Covid-19: STF dará a palavra final sobre vacinação obrigatória https://burburinhonews.com.br/covid-19-stf-dara-a-palavra-final-sobre-vacinacao-obrigatoria/?utm_source=rss&utm_medium=rss&utm_campaign=covid-19-stf-dara-a-palavra-final-sobre-vacinacao-obrigatoria https://burburinhonews.com.br/covid-19-stf-dara-a-palavra-final-sobre-vacinacao-obrigatoria/#respond Wed, 21 Oct 2020 10:53:36 +0000 https://burburinhonews.com.br/?p=56038

Nesta semana o presidente Jair Bolsonaro afirmou que a vacina contra a covid-19 não será obrigatória

The post Covid-19: STF dará a palavra final sobre vacinação obrigatória appeared first on Burburinho News.

]]>

Nesta semana o presidente Jair Bolsonaro afirmou que a vacina contra a covid-19 não será obrigatória. Bolsonaro disse ainda que cabe ao ministério da Saúde a orientação da compulsoriedade da vacina: “o meu ministro da Saúde já disse claramente que não será obrigatória esta vacina e ponto final”.

Atualmente, o tema da vacinação obrigatória está no Supremo Tribunal Federal. O ministro Luís Roberto Barroso, relator, considera três aspectos para salientar a importância da matéria:
 

  • Aspecto social, considerando a importância das políticas de vacinação infantil determinadas pelo Ministério da Saúde;
  • Aspecto político, reconhecendo o crescimento do movimento antivacina; e
  • Aspecto jurídico, para discutir a aplicação de diversos dispositivos da Constituição sobre o tema.

Fonte: Metro1

The post Covid-19: STF dará a palavra final sobre vacinação obrigatória appeared first on Burburinho News.

]]>
https://burburinhonews.com.br/covid-19-stf-dara-a-palavra-final-sobre-vacinacao-obrigatoria/feed/ 0
OMS diz que não tem poder de obrigar vacinação a nenhuma país https://burburinhonews.com.br/oms-diz-que-nao-tem-poder-de-obrigar-vacinacao-a-nenhuma-pais/?utm_source=rss&utm_medium=rss&utm_campaign=oms-diz-que-nao-tem-poder-de-obrigar-vacinacao-a-nenhuma-pais https://burburinhonews.com.br/oms-diz-que-nao-tem-poder-de-obrigar-vacinacao-a-nenhuma-pais/#respond Tue, 20 Oct 2020 12:25:24 +0000 https://burburinhonews.com.br/?p=56027

A Organização Mundial da Saúde afirmou hoje (20) que não tem o poder de tornar vacinação obrigatória em nenhum país.

The post OMS diz que não tem poder de obrigar vacinação a nenhuma país appeared first on Burburinho News.

]]>

A Organização Mundial da Saúde afirmou hoje (20) que não tem o poder de tornar vacinação obrigatória em nenhum país. A declaração ocorre um dia após o presidente Jair Bolsonaro insistir que a imunização contra o coronavírus não será mandatória no Brasil.

“A vacina contra a Covid — como cabe ao Ministério da Saúde definir esta questão — não será obrigatória”, disse Bolsonaro. “O governo federal — repito e termino — não obrigará ninguém a tomar esta vacina. Quem está propagando isso aí, com toda certeza é uma pessoa que pode estar pensando em tudo, menos na saúde ou na vida do próximo”, acrescentou o presidente. 

Dias antes, o governador de São Paulo, João Doria, havia afirmado que as doses seriam obrigatórias no estado e que seriam adotadas “medidas legais” em caso de recusa. 

Questionada sobre a situação do Brasil, Margaret Harris, porta-voz da OMS, explicou que a vacina é um assunto que precisa ser “decidido dentro dos países”. “Não impomos exigências”, disse ela, que, mesmo assim, alertou para a importância de imunizar a população.

Fonte: Metro1

The post OMS diz que não tem poder de obrigar vacinação a nenhuma país appeared first on Burburinho News.

]]>
https://burburinhonews.com.br/oms-diz-que-nao-tem-poder-de-obrigar-vacinacao-a-nenhuma-pais/feed/ 0
Brasil está bem posicionado para acesso a vacinas de covid-19 https://burburinhonews.com.br/brasil-esta-bem-posicionado-para-acesso-a-vacinas-de-covid-19/?utm_source=rss&utm_medium=rss&utm_campaign=brasil-esta-bem-posicionado-para-acesso-a-vacinas-de-covid-19 https://burburinhonews.com.br/brasil-esta-bem-posicionado-para-acesso-a-vacinas-de-covid-19/#respond Fri, 16 Oct 2020 13:21:15 +0000 https://burburinhonews.com.br/?p=55993

Caso os testes clínicos em curso comprovem a eficácia das vacinas contra a covid-19, o Brasil está bem posicionado para obter doses já no ano que vem

The post Brasil está bem posicionado para acesso a vacinas de covid-19 appeared first on Burburinho News.

]]>

Caso os testes clínicos em curso comprovem a eficácia das vacinas contra a covid-19, o Brasil está bem posicionado para obter doses já no ano que vem, avalia a professora da Universidade Federal de Goiás (UFG) Cristiana Toscano, que integra o Grupo Consultivo Estratégico de Especialistas em Imunização (SAGE) da Organização Mundial da Saúde (OMS).

A pesquisadora explicou que acordos já assinados pelo governo federal e pelo estado de São Paulo dão alternativas ao país, mas alerta que é preciso se apressar no planejamento para preparar os mais de 30 mil postos de vacinação do Sistema Único de Saúde (SUS).

“No Brasil, a gente tem uma situação que considero bastante privilegiada, porque a gente tem os mecanismos bilaterais e o envolvimento do Brasil no Covax, que é um mecanismo multilateral”, disse a epidemiologista, que participou da Jornada Nacional de Imunizações, promovida pela Sociedade Brasileira de Imunizações. “A gente está bem posicionado do ponto de vista de acesso e de possibilidade e expectativa real de termos algumas vacinas já em 2021.”

Consórcio

No mês passado, o Brasil confirmou sua participação no consórcio Covax, organizado pela OMS para garantir acesso à imunização em todo o mundo. O fundo espera captar US$ 18 bilhões com o investimento de 80 países considerados autofinanciáveis, como o Brasil, para fornecer as vacinas para estes e mais 92 países que não teriam condições de fabricar ou comprar as doses.

Com a adesão, o país vai investir cerca de R$ 2,5 bilhões e espera adquirir um portfólio que, até então, tem nove vacinas em desenvolvimento, para garantir a proteção de 10% da população até o final de 2021.

Acordos bilaterais

Em acordos bilaterais, o país contratou a transferência de tecnologia de uma vacina britânica e uma chinesa. O governo federal assinou acordo com os desenvolvedores da AstraZeneca e da Universidade de Oxford para que a Fundação Oswaldo Cruz nacionalize a produção da vacina, que está na última fase de testes clínicos em diversos países, incluindo o Brasil. A vacina de Oxford também é uma das nove vacinas que integram o portfólio do Covax. 

Além disso, o governo do estado de São Paulo e o Instituto Butantan firmaram acordo para testagem e transferência de tecnologia para a produção nacional da vacina em desenvolvimento pelo laboratório chinês Sinovac.

Planejamento

Cristiana Toscano ressaltou que, devido à pandemia, os investimentos na produção precisaram ser antecipados, o que implica no risco de as vacinas não terem sua eficácia comprovada. Assim como os testes e os processos regulatórios, a pesquisadora destaca que o planejamento para fazer com que as vacinas cheguem aos postos também precisa ser agilizado desde o nível local até o nacional, porque há um horizonte de início da imunização nos primeiros meses do ano que vem.

“Não precisa esperar. Não tem um momento para falar ‘agora vamos começar’. O agora é já. A gente está trabalhando com uma previsão otimista e esperançosa. Se, de fato, nessa avaliação preliminar de dezembro, essas vacinas demonstrarem eficácia e segurança, a previsão é que entre fevereiro e março, no mais tardar, seja de fato possível iniciar a vacinação. Estamos falando de um tempo bastante curto para preparar tudo para uma vacinação de tamanha escala e tremenda importância”.

Em setembro, o governo federal instituiu um grupo de trabalho interministerial para coordenar a aquisição e a distribuição de vacinas “com qualidade, eficácia e segurança comprovadas” contra o novo coronavírus.

O planejamento, no entanto, já havia começado, como apresentou o secretário de Vigilância em Saúde do Ministério da Saúde, Arnaldo Correia, na Comissão Externa da Câmara dos Deputados destinada a acompanhar o enfrentamento à pandemia.

A pesquisadora reconhece que ainda há muitas lacunas que impactam no planejamento, como a confirmação do número de doses por pessoa, a eficácia em cada grupo populacional e o tempo de duração da imunidade. Para municiar governantes, a OMS elaborou modelagens para simular cenários que ajudem na tomada de decisão, o que inclui quais grupos priorizar para reduzir a mortalidade, a ocorrência de casos graves ou a preservação do sistema de saúde, por exemplo.

“A boa notícia é que, em relação a esse quesito [mutabilidade do vírus], para a vacina contra a covid, parece não ser necessária uma nova vacinação por mutação de vírus circulante”, avalia a pesquisadora, que aponta outro desafio: “Será uma vacinação diferente das campanhas habituais. Não deve ser direcionada a crianças e sim a grupos diferentes dos que estamos acostumados”.

Fonte: Agência Brasil

The post Brasil está bem posicionado para acesso a vacinas de covid-19 appeared first on Burburinho News.

]]>
https://burburinhonews.com.br/brasil-esta-bem-posicionado-para-acesso-a-vacinas-de-covid-19/feed/ 0
ACM Neto se reúne com Dória e tenta negociar acesso à vacina Sinovac https://burburinhonews.com.br/acm-neto-se-reune-com-doria-e-tenta-negociar-acesso-a-vacina-sinovac/?utm_source=rss&utm_medium=rss&utm_campaign=acm-neto-se-reune-com-doria-e-tenta-negociar-acesso-a-vacina-sinovac https://burburinhonews.com.br/acm-neto-se-reune-com-doria-e-tenta-negociar-acesso-a-vacina-sinovac/#respond Thu, 15 Oct 2020 12:16:25 +0000 https://burburinhonews.com.br/?p=55969

O prefeito de Salvador, ACM Neto, se reuniu nesta quarta-feira, 14, com o governador de São Paulo, João Dória, para manifestar desejo de acesso à vacina da empresa chinesa Sinovac Biotech contra a Covid-19

The post ACM Neto se reúne com Dória e tenta negociar acesso à vacina Sinovac appeared first on Burburinho News.

]]>

O prefeito de Salvador, ACM Neto, se reuniu nesta quarta-feira, 14, com o governador de São Paulo, João Dória, para manifestar desejo de acesso à vacina da empresa chinesa Sinovac Biotech contra a Covid-19, desenvolvida em parceria com o Instituto Butantan, em São Paulo. A expectativa do governo paulista é que a população comece a ser vacinada ainda em dezembro deste ano.

“Expressei ao governador João Dória o desejo que Salvador tem de participar desse movimento em parceria com o estado de São Paulo. Vim à capital paulista justamente para conhecer o estágio em que esse processo se encontra. Assim que houver o registro, queremos disponibilizar doses dessa vacina para os soteropolitanos rapidamente”, afirmou ACM Neto.

Até o momento a vacina tem se mostrado segura, ou seja, sem registro de efeitos colaterais graves nos testes realizados, inclusive entre os idosos. O gestor municipal tem afirmado que a capital baiana só voltará à normalidade quando a população for imunizada.

Fonte: A Tarde

The post ACM Neto se reúne com Dória e tenta negociar acesso à vacina Sinovac appeared first on Burburinho News.

]]>
https://burburinhonews.com.br/acm-neto-se-reune-com-doria-e-tenta-negociar-acesso-a-vacina-sinovac/feed/ 0
“Há esperança que possamos ter vacina até o final deste ano”, diz diretor da OMS https://burburinhonews.com.br/ha-esperanca-que-possamos-ter-vacina-ate-o-final-deste-ano-diz-diretor-da-oms/?utm_source=rss&utm_medium=rss&utm_campaign=ha-esperanca-que-possamos-ter-vacina-ate-o-final-deste-ano-diz-diretor-da-oms https://burburinhonews.com.br/ha-esperanca-que-possamos-ter-vacina-ate-o-final-deste-ano-diz-diretor-da-oms/#respond Wed, 07 Oct 2020 12:53:59 +0000 https://burburinhonews.com.br/?p=55848

Uma notícia animadora para a população mundial. O diretor-geral da Organização Mundial da Saúde (OMS), Tedros Adhanom Ghebreyesus se mostrou otimista com a possibilidade de vacina para o combate a Covid-19 ser liberada até o final do ano.

The post “Há esperança que possamos ter vacina até o final deste ano”, diz diretor da OMS appeared first on Burburinho News.

]]>

Uma notícia animadora para a população mundial. O diretor-geral da Organização Mundial da Saúde (OMS), Tedros Adhanom Ghebreyesus se mostrou otimista com a possibilidade de vacina para o combate a Covid-19 ser liberada até o final do ano.

“Vamos precisar de vacinas e há esperança de que possamos ter uma vacina até o final deste ano. Há esperança”, disse Tedros em discurso ao fim de dois dias de reuniões do Conselho Executivo da OMS.

Nove vacinas estão em estado experimental. A iniciativa global Covax, visa distribuir 2 bilhões de doses até o fim de 2021. Até o momento 168 países se juntaram à Covax, as exceções ficam por conta da Rússia, Estados Unidos e China.

No Brasil foram registrados 4.969.141 casos da covid-19 com 147.494 mortes registradas.

Fonte: VN

The post “Há esperança que possamos ter vacina até o final deste ano”, diz diretor da OMS appeared first on Burburinho News.

]]>
https://burburinhonews.com.br/ha-esperanca-que-possamos-ter-vacina-ate-o-final-deste-ano-diz-diretor-da-oms/feed/ 0
Governo lança Campanha Nacional de Multivacinação https://burburinhonews.com.br/governo-lanca-campanha-nacional-de-multivacinacao/?utm_source=rss&utm_medium=rss&utm_campaign=governo-lanca-campanha-nacional-de-multivacinacao https://burburinhonews.com.br/governo-lanca-campanha-nacional-de-multivacinacao/#respond Fri, 02 Oct 2020 17:39:38 +0000 https://burburinhonews.com.br/?p=55789

O governo federal lançou nesta sexta-feira, 2, a Campanha Nacional de Multivacinação, com foco na atualização das cadernetas infantis.

The post Governo lança Campanha Nacional de Multivacinação appeared first on Burburinho News.

]]>

O governo federal lançou nesta sexta-feira, 2, a Campanha Nacional de Multivacinação, com foco na atualização das cadernetas infantis. A prioridade é prevenir a poliomielite e o sarampo.

A campanha do Ministério da Saúde começa na próxima segunda-feira, 5, e vai até o dia 30 de outubro com o objetivo de imunizar e conscientizar a população sobre a importância da vacina para a proteção contra diversas doenças.

O sarampo é uma doença infecciosa grave, causada por um vírus, e pode ser fatal. A única maneira de evitar o sarampo é por meio da vacinação. O vírus se instala na mucosa do nariz e dos seios da face para se reproduzir e depois vai para a corrente sanguínea. O sarampo é tão contagioso que uma pessoa infectada pode transmitir a doença para 90% das pessoas próximas que não estejam imunizadas.

Já a poliomielite também é uma doença infecto-contagiosa aguda, causada por um vírus que vive no intestino, denominado Poliovírus. Embora ocorra com maior frequência em crianças com menos de 4 anos, também pode ocorrer em adultos. A maior parte das infecções apresenta poucos sintomas, mas cerca de 1% dos infectados pode desenvolver a forma paralítica da doença, que pode causar sequelas permanentes. A doença não tem tratamento específico e deve ser evitada através da vacinação.

Fonte: A Tarde

The post Governo lança Campanha Nacional de Multivacinação appeared first on Burburinho News.

]]>
https://burburinhonews.com.br/governo-lanca-campanha-nacional-de-multivacinacao/feed/ 0
África surpreende com baixas taxas de covid-19 https://burburinhonews.com.br/africa-surpreende-com-baixas-taxas-de-covid-19/?utm_source=rss&utm_medium=rss&utm_campaign=africa-surpreende-com-baixas-taxas-de-covid-19 https://burburinhonews.com.br/africa-surpreende-com-baixas-taxas-de-covid-19/#respond Thu, 01 Oct 2020 14:10:00 +0000 https://burburinhonews.com.br/?p=55755

Passados oito meses do início da pandemia de covid-19, com a marca de 1 milhão de pessoas mortas pela doença em todo o mundo e 33,5 milhões de casos, o Continente Africano chama a atenção por sua relativa baixa taxa de contaminação

The post África surpreende com baixas taxas de covid-19 appeared first on Burburinho News.

]]>

Passados oito meses do início da pandemia de covid-19, com a marca de 1 milhão de pessoas mortas pela doença em todo o mundo e 33,5 milhões de casos, o Continente Africano chama a atenção por sua relativa baixa taxa de contaminação e mortes. Após atingir o pico dos registros por semana no fim de julho e ter a expectativa de se tornar o novo epicentro da pandemia, depois das Américas, os casos na África vêm diminuindo desde então.

O continente como um todo tem população de 1,2 bilhão de pessoas e registra, até o momento, cerca de 1,5 milhão de casos de covid-19, segundo dados do Africa Centres for Disease Control and Prevention (CDC África). O número é menos de um terço do registrado no Brasil, que tem 210 milhões de habitantes, população seis vezes menor. Ou seja, a África está com uma taxa de incidência da doença de 125 casos por 100 mil habitantes, enquanto no Brasil a taxa é de 2.258, segundo dados do Ministério da Saúde.

Nos óbitos pela doença, os registros na África estão perto de 36 mil, pouco mais do que no estado de São Paulo, que tem população de 46 milhões. A taxa de mortalidade por covid-19 no Brasil está em 67,6 por 100 mil habitantes e a letalidade da doença é de 3%. No Continente Africano, a mortalidade por covid-19 é de 3 por 100 mil habitantes e a letalidade da doença de 2,4%.

Os números mundiais indicam uma taxa de 430,9 por 100 mil habitantes e 12,92 mortes por 100 mil, segundo o Wordometer, com letalidade de 4%.

saúde, África, covid-19

Explicações

De acordo com o pesquisador do Centro de Relações Internacionais em Saúde da Fundação Oswaldo Cruz (Cris-Fiocruz) Augusto Paulo Silva, já é um consenso mundial que a situação da covid-19 na África é peculiar e surpreendente. Ele credita a baixa taxa de contaminação no continente a pelo menos quatro fatores, um deles a capacidade de resposta a epidemias.

“Há várias hipóteses, não são explicações assertivas. Mas uma das explicações mais plausíveis é que muitos países africanos já vêm enfrentando outras epidemias, em algumas partes é o cólera, outras o ebola, que até recentemente estava na República Democrática do Congo, em 2014 houve ebola na Libéria, Sierra Leoa e na Guiné Equatorial. Com isso, essas grandes epidemias fizeram com que muitos países africanos tivessem planos de emergência”.

Outra explicação, de acordo com o pesquisador, é a imunidade da população, afetada por outras doenças. “Porque as pessoas que sofrem daquela forma acabam por criar certas imunidades, por causa do tratamento de doenças como a malária, que tem muita prevalência na região, e de outras”.

A terceira possibilidade é o fator etário, ou seja, a população africana é mais jovem do que a média mundial e a covid-19 tem demonstrado uma incidência maior entre pessoas mais velhas. Silva lembra também o baixo desenvolvimento de muitos países, principalmente na região central do continente, o que leva essas regiões a terem poucas conexões internacionais.

“A quarta explicação é que muitos países não têm aquela intensidade de comunicação e contato com o exterior. Se for ver o número de casos nesses países, são mais elevados nos que têm maior índice de desenvolvimento, como a África do Sul, o Egito, a Argélia. O que significa que o nível de desenvolvimento permite o contato com o exterior e o contágio é feito por meio dessas ligações e comunicações com o exterior, acho que são essas as explicações”.

De acordo com a OMS/Afro, foram implantadas com sucesso na região as medidas de saúde pública para “encontrar, testar, isolar e tratar as pessoas com covid-19, rastrear e colocar em quarentena os seus contatos”. Apesar da perspectiva de queda na curva de contágio, o pesquisador destaca que não há espaço para relaxar na vigilância, já que se trata de um vírus novo sobre o qual ainda não há conhecimento consolidado.

“Em qualquer epidemia são várias fases. No Continente Africano entramos na fase de abertura, então não sabemos se aquela curva vai continuar descendente ou não. Temos que ver aqueles países que não foram muito afetados, se essas curvas vão aumentar por causa dessa abertura. Não se pode fechar os países durante muito tempo. Então aí a questão do rastreio vai ser fundamental para poder seguir, tem que ficar vigilante”.

Além da covid-19, Silva destaca que no dia 25 de agosto ocorreu de forma virtual a 70ª sessão do Comitê Regional Africano da OMS, na qual foi celebrada a erradicação do Poliovírus Selvagem na África. Também durante a pandemia, a República Democrática do Congo recebeu o certificado de erradicação do ebola.

Panorama mundial

Segundo o último boletim Panorama da Resposta Global à Covid-19, do Centro de Relações Internacionais em Saúde da Fundação Oswaldo Cruz (Cris-Fiocruz), o número de mortes tem diminuído devido à maior experiência no manejo clínico-terapêutico da doença. Porém, o centro destaca que a prioridade ainda é “conter a pandemia”, que impôs um quadro “quase apocalíptico” em oito meses de duração até o momento.

“Bilhões de pessoas em isolamento social, economias paralisadas e em declínio, bilhões sem trabalho, amplificação da pobreza e das desigualdades, empresas destroçadas, ameaças de crise alimentar, poucas esperanças no horizonte propiciadas pela ciência: ainda nenhum medicamento, nove vacinas em finalização, mas sem certezas quanto à sua eficácia. O mundo tenta se reinventar, mas a prioridade ainda é conter a pandemia”, destaca o boletim.

Segundo dados da Organização Mundial da Saúde (OMS), o número de casos de covid-19 registrados por semana apresentou em setembro um leve declínio nas Américas, mas se mantendo estável em um nível ainda muito alto e permanecendo como epicentro da pandemia. Em julho e agosto, a região registrou 64% das mortes por covid-19 no mundo, embora responda por apenas 13% da população global. O vírus aumentou a circulação no Caribe em agosto e, nas últimas semanas, em alguns países da América do Sul, como Colômbia e Argentina, além do aumento da taxa de mortalidade no México.

O Sudeste Asiático segue com aumento crescente desde julho, com a Índia atualmente em segundo lugar no número total de casos, atrás dos Estados Unidos e passando o Brasil, e em terceiro em número de mortes. A Europa registrou diminuição no ritmo de contágio entre junho e julho e, a partir de agosto, vê os casos aumentarem rapidamente, com a proximidade do inverno no Hemisfério Norte, podendo indicar o início da segunda onda da pandemia no continente.

Na África, o pico dos contágios ocorreu no fim de julho e a tendência atual é de queda nos registros. Segundo Silva, o CDC África, lançou, em parceria com o Projeto de Melhoria do Regulamento Sanitário Internacional (RSI) da Saúde Pública de Inglaterra (PHE), a ferramenta AVoHC Net, que vai facilitar a implantação e administração de um grupo de trabalho para emergências de saúde pública em todo o continente. O mecanismo foi autorizado após o surto de ebola em 2014 e vai auxiliar na emergência da covid-19.

Quanto aos óbitos totais globais, o pico de registros por semana ocorreu no começo de abril, segundo os dados consolidados da OMS, tendo caído até o início de junho e voltado a subir a partir de então, se mantendo em níveis altos, mas sem atingir novamente o pico.

Fonte: Agência Brasil

The post África surpreende com baixas taxas de covid-19 appeared first on Burburinho News.

]]>
https://burburinhonews.com.br/africa-surpreende-com-baixas-taxas-de-covid-19/feed/ 0
Salvador tem novas vagas para testes da vacina contra Covid-19 https://burburinhonews.com.br/salvador-tem-novas-vagas-para-testes-da-vacina-contra-covid-19/?utm_source=rss&utm_medium=rss&utm_campaign=salvador-tem-novas-vagas-para-testes-da-vacina-contra-covid-19 https://burburinhonews.com.br/salvador-tem-novas-vagas-para-testes-da-vacina-contra-covid-19/#respond Tue, 29 Sep 2020 12:39:16 +0000 https://burburinhonews.com.br/?p=55721

A nova pesquisa da vacina contra a Covid-19, desenvolvida por pesquisadores da Universidade de Oxford em parceria com o laboratório sueco AstraZeneca, está com inscrições abertas para voluntários em Salvador

The post Salvador tem novas vagas para testes da vacina contra Covid-19 appeared first on Burburinho News.

]]>

A nova pesquisa da vacina contra a Covid-19, desenvolvida por pesquisadores da Universidade de Oxford em parceria com o laboratório sueco AstraZeneca, está com inscrições abertas para voluntários em Salvador. O imunobiológico será aplicado no Hospital São Rafael, mas ainda não foi divulgado quantos voluntário participarão nem quando ocorrerá essa etapa do estudo.

Os interessados precisam ter mais de 18 anos e efetuar a inscrição pela internet.

No começo deste mês, a vacina teve os testes paralisados após reação adversa em um paciente no Reino Unido. Quase uma semana depois, os testes voltaram a ser feitos no Brasil e no dia 15 a Anvisa autorizou ampliação do número de voluntários no país.

Fonte: Metro1

The post Salvador tem novas vagas para testes da vacina contra Covid-19 appeared first on Burburinho News.

]]>
https://burburinhonews.com.br/salvador-tem-novas-vagas-para-testes-da-vacina-contra-covid-19/feed/ 0