‘A gente não pode ser afoito e liberar Réveillon’, diz prefeito de Camaçari após decreto

0 108

O prefeito de Camaçari, Elinaldo, em entrevista à Rádio Metrópole, nesta sexta-feira (26), falou sobre o decreto que cancela o Réveillon, a Feira Por do Sol e as lavagens de Barra do Pojuca, Monte Gordo, Vila de Abrantes, Jauá e Arembepe, eventos que acontecem entre dezembro deste ano e março de 2022.  

“A gente não pode ser afoito e liberta o Réveillon. Janeiro temos várias lavagens. Pessoas estão assustadas. Como líder da cidade, tenho que deixar a população tranquila”, disse.

Em decreto publicado nesta quinta-feira (25), a prefeitura também decidiu manter a possibilidade de realização de eventos privados, desde que atendidas todas as medidas de prevenção exigidas pela legislação municipal e estadual vigentes.

A medida de Camaçari leva em conta o decreto 20.897, publicado nesta quarta-feira (24) pelo governo do estado. A publicação estadual constata o aumento do número de casos ativos e taxa de transmissão da Covid-19 na Bahia. 

Get real time updates directly on you device, subscribe now.

Comentários
Loading...