Advogado A� ameaA�ado de agressA?o por um PM em delegacia de Lauro de Freitas

0 1.392

Marcello Mousinho, advogado, foi ameaA�ado por um policial enquanto defendia seu cliente.

Confira na A�ntegra o relato do advogado:

Prezados amigos, gostaria de compartilhar com vcs a experiA?ncia que tive hoje a tarde no exercicio da profissA?o de advogado.

Por volta das 15:30 fui acompanhar um cliente no seu terreno onde supostamente tinha um invasor.

Solicitamos a presenA�a da polA�cia militar, chegando no local a viatura 9.5203 da 52 CIMP da nossa cidade. A bordo dela o comandante da guarniA�A?o o Sub-tenente Gomes e mais dois soldados.

Num determinado momento em que houve um bate boca entre as partes, o Soldado Fernandes disse que se as partes brigassem ele ia a�?quebrar no pau os doisa�?.

Olhei para o cliente e pedi que ficasse calado, tendo em vista que sabemos o quanto A� difA�cil a profissA?o de policial e que as vezes se alteram por conta do stress da profissA?o.

Encaminhados todos A� 23 DP no centro de Lauro de Freitas, enquanto o agente da policia civil explicava que nA?o poderia ser feito o boletim de ocorrA?ncia, deixei meus telefones e contatos com o mesmo para eventuais esclarecimentos e, no momento em que saia da delegacia, ainda dentro dela, o referido soldado, jA? sem a identificaA�A?o na farda, disse a seguinte frase para mim: a�?minha mA?o estA? coA�ando para lhe dar um tapaa�?.

Diante de tal fato, perguntei ao mesmo entA?o porque ele ainda nA?o havia dado, oportunidade em que fui ameaA�ado de prisA?o que estava diante de uma a�?autoridadea�?.

Infelizmente na delegacia nA?o havia delegado plantonista.

Fico me perguntando se ocorre isso com um advogado no exercicio de suas funA�A�es e prerrogativas dentro de uma delegacia de polA�cia, o que nA?o se faz com um cidadA?o comum nas ruas??

Tenho certeza que nA?o A� essa a orientaA�A?o dada pelo carA�ssimo Major FabrA�cio, comandante do 52 CIPM.

A� uma pena que episA?dios como esses ainda sejam corriqueiros no nosso Estado.

Mas tal fato nA?o ficarA? impune, pois jA? estA?o sendo tomadas as medidas necessA?rias, junto A� Corregedoria da PM e ao MinistA�rio PA?blico para que episA?dios como esse nA?o se repitam.

AbraA�o a todos

Marcello Mousinho
OAB/BA 30.227

Get real time updates directly on you device, subscribe now.

Comentários
Loading...