Governo federal libera vacinação infantil sem necessidade de receita

0 55

Anvisa autorizou a substância da Pfizer para crianças de 5 a 11 anos.

O governo federal anunciou na última quarta-feira (5) a inclusão de crianças de 5 a 11 anos no plano de operacionalização de vacinação contra a covid-19.

As primeiras doses destinadas a essa faixa etária deverão chegar ao Brasil no dia 13 de janeiro. Está prevista uma remessa de 1,2 milhão de doses da Pfizer — única substância aprovada até o momento pela Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa).

O país receberá, no primeiro trimestre de 2022, 20 milhões de doses pediátricas destinadas ao público-alvo, que é de cerca de 20,5 milhões de crianças. O Ministério da Saúde receberá, ainda em janeiro, um lote de 3,74 milhões de doses de vacina.

“Não faltará vacina para nenhum pai que queria vacinar seus filhos”, declarou o ministro da Saúde, Marcelo Queiroga. O secretário executivo do órgão, Rodrigo Cruz, informou que outras 20 milhões de doses foram reservadas.

O esquema vacinal será com duas doses, com intervalo de oito semanas entre as aplicações. O tempo é superior ao previsto na bula da vacina da Pfizer. Na indicação da marca, as duas doses poderiam ser administradas com três semanas de diferença.

Segundo o Ministério da Saúde, será preciso que a criança vá vacinar acompanhada dos pais ou responsáveis ou leve uma autorização por escrito.

A obrigação de prescrição médica para inoculação não foi incluída como uma exigência, conforme foi ventilado por membros do Executivo durante as discussões nas últimas semanas.

Get real time updates directly on you device, subscribe now.

Comentários
Loading...