Cerca de 10 mil servidores são demitidos em Lauro de Freitas

0 2.176

Parece que o amor a Lauro de Freitas terminou no período das eleições de 2020, quatro dias depois de ser empossado para mais quatro anos de mandato, a prefeita Moema Gramacho, resolveu exonerar quase 10 mil servidores públicos do município. As demissões causaram revoltas dos funcionários que fizeram vários protestos pela cidade, na manhã desta terça-feira (5). Um grupo de funcionários da secretaria de serviços públicos (Sesp) ateou fogo em alguns entulhos colocado na pista, da Avenida Gerino de Souza Filho. De acordo com a Polícia Militar, agentes acompanharam a situação e participaram das negociações para liberação da via.  

Em nota enviada à imprensa, a vereadora Débora Régis (PL) chegou a estimar em 10 mil o número de demissões. “Foi um ato cruel, que tirou a sobrevivência de famílias humildes. Moema Gramacho não demitiu apenas pessoas de cargos elevados, mas porteiros, auxiliares de limpeza e outros trabalhadores que recebiam salários baixos, único dinheiro que garantia a sobrevivência de seus filhos”, criticou.

Por meio de nota, a assessoria de comunicação de Lauro de Freitas não informou o que motivou as demissões e quantos funcionários foram atingidos pela medida.

Get real time updates directly on you device, subscribe now.

Comentários
Loading...