Rui Costa é mencionado em inquérito de venda de sentenças no TJ-BA

0 27.268

O governador da Bahia, Rui Costa (PT), silenciou sobre a menção a ele no inquérito que apura a venda de sentenças no Tribunal de Justiça da Bahia (TJ-BA), segundo informações do jornalista Guilherme Amado, da revista Epoca.

Na ação de busca e apreensão feita em dezembro pela PF na casa da desembargadora Maria do Socorro Barreto Santiago, ex-presidente do TJ-BA que está presa, foi encontrado um bilhete manuscrito que cita o governador:
“Pedir ao governador nos atender para que ele fale com o Julia Ribas da Embrapa Vancy do Aeroporto para atender o pessoal da Adey Táxi Aéreo, Yeda Muricy Guimarães”.

A Adey Taxi Aéreo é a empresa que tem um hangar no aeroporto de Salvador, onde Adailton Maturino, falso cônsul preso na mesma operação na semana passada, despachava.

Maturino é, segundo as investigações, um dos beneficiados pelo esquema criminoso.

“Caso de fato a empresa de Táxi Aéreo esteja vinculada a Guiné Bissau e a Adailton Maturino, deduz-se que a desembargadora estaria pedindo favores ao governador e ao juiz federal em benefício do investigado”, escreveu o Ministério Público Federal.

Procurado, Rui Costa não respondeu.

Get real time updates directly on you device, subscribe now.

Comentários
Loading...