É muito fácil pedir lockdown quando a geladeira está cheia, diz prefeito

0 912

Clésio Salvaro (PSDB) polemizou ao decretar no município o trabalho facultativo para os servidores público da prefeitura, mas sem remuneração

O prefeito de Criciúma (SC), Clésio Salvaro (PSDB), causou grande polêmica após publicar o decreto nº 539/21 no Diário Oficial do Município que prevê a concessão de licença, a pedido do servidor público em decorrência da pandemia de Covid-19, mas sem remuneração. Nas redes sociais, o tucano disse que a medida é para atender aos questionamentos dos trabalhadores da prefeitura sobre o lockdown na cidade.

“Prefeito não vai ter lockdown? De tanto as pessoas perguntarem isso pra mim, vocês vão ter lockdown. […] Lockdown na prefeitura de Criciúma, só que um detalhe, é sem remuneração. Não quer vir trabalhar? Não tem problema. Quer se cuidar? Ótimo. Vai ficar em casa, mas não vai receber salário. É muito fácil pedir lockdown quando a geladeira está cheia e o salário está garantido. Então, está decretado o lockdown voluntário”, declarou o prefeito.

O tucano ainda disse que não pretende decretar medidas restritivas ao comércio na cidade. “Tudo é atividade essencial. Trabalhar com todos os cuidados necessários, colocando a vida em primeiro lugar, a saúde, e sempre ter os cuidados redobrados. Não há a necessidade da gente parar com a economia. Nós precisamos continuar a trabalhar”, afirmou.

Get real time updates directly on you device, subscribe now.

Comentários
Loading...