Fãs e amantes do forró se despedem da genialidade de Genival Lacerda

0 125

Cantor de 89 anos faleceu na manhã desta quinta (07) em Recife.

Por Faber Vieira

O Nordeste e a nação forrozeira de luto. Um dos maiores ícones do estilo no país, Genival Lacerda levou sua alegria e composições divertidas mundo afora durante 68 anos de carreira. Foram muitos sucessos, como: “Severina Xique Xique”, “De quem é esse jegue?” e “Radinho de Pilha”.

Sempre com muita irreverencia, Genival ficou conhecido como o rei do duplo sentido e protagonizou parcerias e duetos inesquecíveis com grandes nomes do forró, como Marinês, Sivuca e Dominguinhos. No carnaval de 2010 foi homenageado por Ivete Sangalo, em cima do trio no circuito Campo Grande. Juntos regravaram o sucesso “Chevette da Menina”.

Além de músicas, o artista foi locutor de rádio, presença constante em programas de TV como Chacrinha e estrelou alguns filmes, como Vamos Cantar Disco Baby (1979), Made in Brazil (1985), Beijo 2348/72 (1990) e o Rei da Munganga (2009). Recentemente participou do filme Foliar Brasil, que ainda não tem previsão de estreia nos cinemas brasileiros. Em 2016, recebeu o título de Cidadão Baiano na Assembleia Legislativa (AL-BA).

Genival Lacerda já vinha com a saúde fragilizada desde maio de 2020 quando sofreu um AVC e faleceu na manhã desta quinta-feira, 07, aos 89 anos, em decorrência de complicações agravadas pela COVID-19. A informação sobre a morte do compositor foi confirmada pelo filho, Genival Lacerda Filho, que publicou a notícia em suas redes sociais. “Painho faleceu”, escreveu. Informações sobre o funeral do artista ainda não foram divulgadas pela família.

Get real time updates directly on you device, subscribe now.

Comentários
Loading...