‘Fugiu da blitz, documento estava atrasado, de sandália e sem capacete’, diz comandante sobre denúncia contra PM

0 467

O comandante da 52ª CIPM, Major Monteiro, defendeu o policial militar do Esquadrão Águia que foi acusado por um motociclista de abuso de autoridade após uma abordagem na sexta-feira (22), em Lauro de Freitas. O vídeo com a apreensão da motocicleta viralizou, pois o motorista pergunta o tempo inteiro o motivo de seu veículo está sendo levado, já que estaria em situação regular.

“O que aconteceu foi que o cidadão fugiu da blitz, colocou em risco a pessoa que estava na garupa dele e, ao ser abordado, estava com o documento atrasado, de sandália e sem capacete. Ao chegar no local da blitz, ainda ficou incitando o policial para que ele se excedesse com ele e ele pudesse ser conduzido para a delegacia. O motorista falou que tinha parentes políticos na cidade. Eu estava presente na hora”, contou o Major. 

O comandante disse também que o procedimento realizado pelo PM foi o administrativo-legal, não houve excessos e que o motorista não foi conduzido para a delegacia, havendo apenas a orientação de como proceder após a apreensão, que é procurar o órgão de trânsito para regularizar a situação da moto. 

Fonte: Bnews

“Ele criou uma celeuma com essa situação. A esposa gravou muito mais coisa e pegou um trecho que favorecia a denuncia que o marido iria fazer. Houve muito mais coisa antes, mas ele não botou o vídeo completo. O policial chega e explica a situação, mas isso não aparece no vídeo”, frisou Monteiro.

Get real time updates directly on you device, subscribe now.

Comentários
Loading...