Homem é espancado até a morte por seguranças do Carrefour em Porto Alegre

0 197

Na última quita-feira, 19, véspera deste 20 de novembro marcado pelo Dia da Consciência Negra, mais um homem negro foi brutalmente espancado e morto no país. Após uma suposta discussão com uma funcionária da unidade do Carrefour em Porto Alegre, João Alberto Silveira Freitas, de 40 anos, foi espancado por seguranças do estabelecimento e morreu no local.

As imagens da agressão circulam nas redes sociais e mostram dois homens, um de 24 anos e outro de 30, ambos brancos, espancando brutalmente o homem em frente a unidade do supermercado. De acordo com a PM, que prendeu os dois em flagrante, um dos homens é policial militar e o outro é policial civil. O crime será investigado como homicídio qualificado.

De acordo com a Brigada Militar, nome que se dá para a Polícia Militar do Rio Grande do Sul, o crime ocorreu após um desentendimento entre a vítima e uma funcionária do supermercado. De acordo com a nota da PM, a vítima teria ameaçado agradir a funcionária, que chamou os seguranças, mas essa linha ainda não foi confirmada. Em nota, o Carrefour afirmou que lamenta profundamente o caso e iniciou rigorosa apuração interna para que os reponsáveis legais sejam punidos.

João Alberto, é mais uma vítima da violência policial contra negros neste país. De acordo com o Atlas da Violência 2020, os assassinatos de negros aumentaram cerca de 11,5% nos últimos 10 anos enquanto o de não negros caíram 12,9% no mesmo período. Ainda de acordo com o relatório, negros representaram 75,7% das vítimas de todos os homicídios do país em 2018.

Fonte: A Tarde

Get real time updates directly on you device, subscribe now.

Comentários
Loading...