Nossa prioridade é lutar por um Judiciário eficiente”, diz Daniela Borges em encontro com advocacia de Lauro de Freitas

0 92

A advogada Daniela Borges, pré-candidata à presidência da OAB da Bahia, afirmou que uma das prioridades da advocacia, nesse momento, é a luta por um Judiciário eficiente. Ela participou de um encontro no restaurante Rancho do Cupim, em Lauro de Freitas, na noite de quarta-feira (13), quando foram lançadas as pré-candidaturas de Ângelo Ramos e Tatiana Leão à presidência e vice-presidência da subseção local.

Durante o evento, que reuniu mais de 100 advogadas e advogados de Lauro de Freitas, Daniela Borges, reiterou suas críticas ao Poder Judiciário e ao tratamento dispensado à advocacia. “Nós, que estamos no dia a dia da profissão, sabemos das dificuldades que enfrentamos para acessar ao Judiciário, para que possamos lutar pelos direitos de nossos clientes, que nos procuram para representá-los”.

A advogada disse ainda que as avaliações de produtividade do Tribunal de Justiça não correspondem à realidade. “Precisamos de métodos de avaliação que reflitam a real situação do Judiciário baiano hoje, que, mesmo após a nomeação de 98 magistradas e magistrados, com o esforço da OAB, ainda enfrenta um déficit de juízes e também a falta de servidores”.

Eleições

As eleições na OAB da Bahia acontecem no próximo dia 24 de novembro. Daniela Borges tem ao seu lado a pré-candidata à vice, Christianne Gurgel. Elas são as primeiras mulheres a disputar juntas os dois cargos principais da entidade. No encontro, Daniela reforçou as lutas que devem ser encampadas na próxima gestão. “Vamos fazer história no próximo triênio. Tudo o que queremos é viver dignamente de nossa profissão e vamos trabalhar por esse objetivo”.

Christianne Gurgel reiterou a importância de um processo de construção coletiva pelo trabalho de valorização da advocacia. “É isso que estamos fazendo aqui hoje. Vamos construir juntos a OAB que desejamos cada vez mais valorizada e fortalecida, para enfrentarmos todos os desafios da advocacia”.

Presente ao evento, o vice-presidente do Conselho Federal da OAB, Luiz Viana, defendeu a independência da entidade. “Não servimos a políticos nem ao Judiciário. Devemos ter diálogo e respeito, mas, quando necessário, fazer os enfrentamentos. Nós temos a voz da cidadania e a voz da sociedade civil”.

União

O pré-candidato à reeleição para a presidência da subseção de Lauro de Freitas, Ângelo Ramos, destacou o momento de união da advocacia em prol de um projeto maior. “Estamos unidos por valores e princípios. O que esperamos é uma OAB que cumpra a missão de defender a advocacia e é por esse objetivo que estamos lançando nossas pré-candidaturas, por um projeto que cumpra essa missão”.

A advogada Tatiana Leão, pré-candidata à vice na subseção local, fez críticas ao que chamou de “rompimentos vazios”. “Somos gratos a tudo o que a atual gestão da OAB fez por nossa subseção e é por isso que não adianta vir com rompimentos vazios, justamente, na hora das eleições. Vamos enfrentar nossos desafios de cabeça erguida, porque juntos somos mais fortes”, afirmou.

O presidente da OAB da Bahia, Fabrício Castro, também destacou o histórico de realizações da subseção de Lauro de Freitas. “Para olhar para o futuro, precisamos revisar o passado. E vemos aqui uma subseção com as mãos cheias de trabalho. Quem já fez muito pela advocacia vai ter capacidade de fazer ainda mais”, concluiu.

Get real time updates directly on you device, subscribe now.

Comentários
Loading...