Novembro Estabelece Recorde de Calor e 2023 Pode se Tornar o Ano Mais Quente da História

0 16

Novembro de 2023 entrou para a história como o mês mais quente já registrado na Terra, conforme apontado pelo sistema Copernicus Climate Change. Este ano está traçando uma trajetória preocupante, indicando que poderá ser o ano mais quente já documentado, conforme observado pelo observatório europeu.

Os meses anteriores de 2023 já se destacaram entre os dez mais quentes, comparados aos mesmos períodos em anos anteriores. De acordo com o Copernicus, a temperatura média da superfície em novembro atingiu 14,22°C, cerca de 0,85°C acima da média entre 1991 e 2020. Esse valor supera em 0,32°C o recorde anterior registrado em novembro de 2020.

Samantha Burgess, diretora-adjunta do Copernicus Climate Change Service, destacou as temperaturas extraordinárias em novembro, afirmando que, juntamente com outros meses quentes, indicam que 2023 está a caminho de se tornar o ano mais quente da história. Em comparação com o período pré-industrial (1850-1900), novembro de 2023 foi aproximadamente 1,75°C mais quente.

Os dados acumulados de janeiro a novembro revelam uma temperatura média global 1,46°C acima da média do período pré-industrial, superando a média dos onze primeiros meses de 2016, até então o ano mais quente registrado. O Acordo de Paris, estabelecido em 2015, visa limitar o aumento da temperatura média global a 2°C, preferencialmente abaixo de 1,5°C.

Apesar dos dados alarmantes, o Copernicus observa que a presença do fenômeno El Niño, que influencia as temperaturas do oceano Pacífico Equatorial, é menor do que em 2015. A revelação dessas informações ocorre durante a COP28, a conferência da ONU sobre mudanças climáticas, onde se discutem os rumos em relação aos combustíveis fósseis.

A COP28 já foi marcada por polêmicas, incluindo declarações negacionistas do presidente do evento em relação à ciência climática. Além do Copernicus, a Organização Meteorológica Mundial (OMM) da ONU também concluiu que 2023 caminha para ser o ano mais quente da história, destacando a urgência de ações para enfrentar a crise climática.

Get real time updates directly on you device, subscribe now.

Comentários
Loading...