Voo em Marte tem participação baiana

0 75

Fonte – Coluna Tempo Presente, Jornal A Tarde

Tem DNA baiano no Planeta Vermelho. Mais precisamente no helicóptero Ingenuity, da Nasa, que foi para Marte juntamente com a sonda Perseverance e que fará nos próximos dias o seu voo inaugural. O engenheiro que liderou a equipe responsável pelo chip que comanda o helicóptero é Raja Gosula, indiano de nascimento mas que veio para Salvador com os pais quando contava apenas seis anos. Aqui estudou, cursando o ensino fundamental e médio no Colégio Antônio Vieira (CAV) e o universitário na federal da Bahia (Ufba), onde se formou. Parte da família segue por aqui, incluindo o pai matemático, professor aposentado da Ufba.

Daí que a torcida por essas bandas pelo sucesso do primeiro voo em Marte será reforçada. A estreia do helicóptero estava agendada inicialmente para o dia 11 de abril, mas já houve dois adiamentos para realização de ajustes e revisão de dados.

– Saber que os circuitos que projetei estão funcionando sob o capô em todo lugar é o orgulho da engenharia. Mas saber que eles estão funcionando em Marte é uma coisa de outro mundo! – comemora Gosula, diretamente de San Diego, na Califórnia (EUA), onde vive atualmente.

Desafio – O plano da Nasa é que o Ingenuity realize ao menos cinco testes de voo durante 31 dias terráqueos (ou 30 dias marcianos). O voo inaugural deve durar 40 segundos. O drone vai subir 10 pés acima da superfície do planeta, pairar no ar, girar e pousar. Nos testes subsequentes, a altura será ampliada e o aparelho também deve percorrer distâncias curtas.

A sustentação na fina atmosfera de Marte é um dos desafios que o drone enfrentará. Caso tudo funcione corretamente, a Nasa vai alcançar o feito histórico do primeiro voo motorizado em outro planeta.

Get real time updates directly on you device, subscribe now.

Comentários
Loading...